header

Ovar no percurso literário dinisiano

Ovar no percurso literário dinisiano

Fernanda Alves Afonso Grieben
Doutorada em Literatura Portuguesa e licenciada em Estudos Portugueses, Universidade Aberta
Mestre em Teologia e licenciada em Ciências Religiosas, UCP
fe@revisitar.com

RESUMO

No presente estudo, é esboçada uma breve análise comparativa entre duas “Cartas literárias” de Júlio Dinis – intituladas “Acerca de várias coisas” e “Impressões do campo” – e as cartas particulares do autor, dirigidas de Ovar a familiares e amigos.
As duas referidas “Cartas literárias” – que foram primeiramente publicadas sob a forma de folhetins, no Jornal do Porto, e assinadas com o pseudónimo Diana de Aveleda – são particularmente relevantes no que diz respeito à forma como Ovar teria inspirado artisticamente o autor das três Crónicas da Aldeia: As Pupilas do Senhor Reitor, A Morgadinha dos Canaviais e Os Fidalgos da Casa Mourisca. Contudo, sob este aspeto, esses textos programáticos ainda não despertaram a devida atenção da crítica literária.

Palavras-chave: Literatura Portuguesa; Júlio Dinis (Diana de Aveleda); Cartas Literárias; Crónicas da Aldeia; Ovar.

Descaregar (PDF)