header

Fernando Pessoa

O mito da caverna na obra de Fernando Pessoa

Zilda de Oliveira Freitas
Professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (desde 2005).
Membro da Academia de Letras de Jequié.
Doutoramento em Estudos Portugueses, Universidade Aberta.
Doutoramento em Educação, UNITEC.
MBA em Gestão de Pessoas, ESAB.
Mestrado em Letras, Universidade Federal Fluminense.
Especialização em Docência do Ensino Superior, Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Licenciatura em Letras, Universidade Federal de Juiz de Fora.

RESUMO

O presente trabalho tem como finalidade estudar a reminiscência do mito da caverna platônico na obra poética de Fernando Pessoa. Ao analisar as tendências passadistas e futuristas do modernismo português, busca-se refletir sobre a construção da identidade do sujeito frente ao Outro, no espaço literário e social português das primeiras décadas do século XX.

Palavras-chave: Modernismo; Fernando Pessoa; Platão; Mito.

Descaregar (PDF)